ONLINE
2




Partilhe esta Página

 



Proclamas Matrimoniais

Confira aqui...


 


Nossa História
Nossa História

Breve Histórico da Paróquia Coração Imaculado de Maria

A Paróquia Coração Imaculado de Maria, desmembrada da Paróquia do Divino Espirito Santo, Foi criada em 1993. Pelo arcebispo emérito D. Bonifácio Piccinini. Apenas 4 Bairros integravam, na época, a nova Paróquia: CPA IV (5 etapas), Jardim Brasil, Bairro Três Barras, Bairro 1º de Março, Jardim Nova Conquista. Na fase inicial, os Padres Redentoristas (Pe. Miguel, Pe. Edemir e Pe. Paulo), ajudados pelas Irmãs Azuis, as quais mantinham uma comunidade religiosa no CPA IV, contribuiram para a organização da nova Paróquia. Os Padres Redentoristas, apesar de terem permanecido pouco tempo em Cuiabá, realizaram um bom trabalho de base, sobretudo com os grupos de reflexão nas ruas, preparando a nova Paróquia. Teve como primeiro Pároco: Pe. Armando Cavallo, sacerdote Fidei Donum da Diocese de Cuneo (1993-2008) e auxiliado pela Ir. Magdalena, a qual visitava diariamente as famílias, auxiliando o emérito Pe. Armando na organização pastoral da Paróquia. Em 8 de Abril de 2007, a Paróquia foi entregue ao Clero Diocesano de Cuiabá, sendo o primeiro Pároco: Pe. Deusdédit M. de Almeida e Vigário paroquial Pe. Julio Paulino (21/02/2007...). A Paróquia Coração Imaculado de Maria é formada por 16 Comunidades; sendo que 12 são comunidades urbanas e 4 comunidades rurais. São estas as Comunidades: Matriz São João Batista (CPA IV), São Cosme e Damião (Jardim Brasil), São Sebastião (Três Barras), São José (1º de Março), São Francisco (Jardim Nova Conquista), Perpetuo Socorro (Ilza Terezinha), Sagrada Família (Doutor Fábio I), Bom Jesus de Nazaré (Doutor Fábio II), Sagrado Coração (Doutor Fábio III), Rainha da Paz (Morada da Serra), Nossa Senhora da Glória (Altos da Glória), Nossa Senhora da Penha (Coxipó-Açu), Nossa Senhora Aparecida e São Benedito (Rio dos Médicos), Nossa Senhora Aparecida (Terra Santa), São Geronimo (Serra de São Geronimo). As quatro Comunidades rurais foram desmembradas da Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito em 2008, pelo Arcebispo Dom Milton Santos.  

topo