ONLINE
2




Partilhe esta Página

 



Proclamas Matrimoniais

Confira aqui...


 


Palavra do Pároco
Palavra do Pároco

Via-sacra em Família (2)
Amados paroquianos,
   A via-sacra em família é grande instrumento de evangelização das famílias e conscientização sobre a temática da Campanha da Fraternidade. As ideias que serão debatidas na campanha, aparecem, de maneira sintética, no livrinho da via-sacra. É precisamente por isso que conclamamos todas as lideranças para que organizem seus grupos, sobretudo com a vizinhança. Os grupos de reflexão e oração, aproximam-nos de Deus e dos irmãos. Faça a mortificação dos olhos, deixando de lado as novelas, para participar dos encontros da via-sacra.
   Lembramos que a espiritualidade quaresmal é constituída de: orações, penitência(conversão) e caridade fraterna. Portanto, preparemos bem a santa páscoa, vivenciando o espírito quaresmal.
     Envio minha bênção e um fraterno abraço aos nossos queridos paroquianos.
                                         Pe Deusdédit - Pároco

30/01/2018
 
Via-sacra em família
após o estudo do tema da CF-2018: Fraternidade e Superação da Violência, domingo passado, com expressiva participação de representantes da nossa Paróquia, precisamos  mobilizar os grupos de rua para os encontros da via-sacra em família.  Estes grupos são indispensáveis para a concretização e agilização da CF na Paróquia.  
  Os livrinhos da via-sacra contém o precioso e rico conteúdo de toda a campanha da fraternidade.
  Precisamos,sim, entrar de corpo e alma neste grande mutirão pela construção da fraternidade e contra a violência.
  Vamos nos esforçar para aprendermos com esta CF, a tratar bem as pessoas, com respeito, com carinho, com ternura e amabilidade. Evitemos palavras duras e "xingamentos" contra os irmãos, pois, isto é, também,violência!
 Envio minha bênção e meu fraterno abraço aos nossos queridos paroquianos.

  Pe. Deusdédit


04/12/2017

Preparando o Natal do Senhor

                  Com o advento a Igreja inicia o novo ano litúrgico. No evangelho de Domingo (ano B), seremos guiados pelo evangelista Marcos. É o evangelho mais curto e mais simples, com apenas 16 capítulos. Marcos é considerado o evangelho das curas de Jesus e dos pequeninos que aceitam mensagem cristã. Marcos nos apresenta Jesus como o messias enviado do Pai,   salvador e libertador dos homens. Preparar para o Natal é semelhante àquelas ocasiões em que vamos receber uma visita importante na nossa casa. Queremos que a visita encontre a casa bem arrumada, acolhedora, de modo que ela se sinta bem, se sinta acolhida, esperada e amada. É esse acolhimento que devemos proporcionar a Jesus. Neste tempo de preparação para sua chegada. Um acolhimento que não dure apenas o tempo do advento, mas em todos os dias de nossa vida. As luzes e os enfeites natalinos são retirados logo após a celebração do Natal, mas os enfeites e os adornos do nosso coração jamais devem ser retirados. O tempo do advento tem dupla característica: Preparação para as solenidades do Natal, nos quais se recorda a primeira vinda do filho de Deus no meio dos homens (advento natalício), simultaneamente, tempo em que, com esta recordação, os espíritos se dirigem para a expectativa da segunda Vinda de Jesus no fim dos tempos (advento escatológico).               A espiritualidade do advento recomenda três atitudes cristãs: Atitude de ORAÇÃO, que é elemento primordial da espiritualidade cristã. A oração confere sentido à nossa vida e preenche os nossos vazios existenciais. Precisamos rezar mais e melhor neste advento em preparação ao Natal do Senhor. Atitude de RENOVAÇÃO: O advento é tempo de conversão e penitência. A cor roxa usada na liturgia lembra esta atitude. Jesus se encarna para divinizar o homem, ou seja, fazer do homem uma nova criatura. A Igreja recomenda aos fiéis o sacramento da confissão, que é um grande canal por onde jorra a graça e a misericórdia de Deus para o povo. Atitude de CARIDADE FRATERNA: A caridade é a essência do ser e do agir cristão. O tema do dia mundial dos pobres, proposto pelo Papa Francisco, é: “Não amemos com palavras, mas com obras”(1Jo3,18). Por isso, devemos sempre rever nossas relações de fraternidade, de amizade, de convivência na família, com os amigos, com os colegas de trabalho e com a vizinhança. Para ajudar criar este clima de fraternidade, temos a novena do natal em família que, além de ser um momento forte de evangelização das famílias, é um instrumento precioso de aprofundamento das relações de amizades e da alegre comunhão fraterna. Os sentimentos de ódio, rancor e vingança não fazem bem ao coração, prejudicam a nossa vida física, emocional e espiritual, tornando-nos pessoas amargas, tristes e doentes. Por isso, ofereça a Jesus neste natal um coração reconciliado com seus irmãos, amigos e colegas de trabalho. Para tanto, precisamos dar e receber o perdão!

Como gesto concreto de amor ao próximo e compromisso com a missão, a Igreja no Brasil, durante o advento, promove a campanha da evangelização, para alavancar a formação dos evangelizadores da nossa Igreja. Neste ano o tema da campanha está relacionado com o ano do laicato: “Cristãos leigos e leigas comprometidos com a evangelização.” Participe desta campanha com sua doação no 3º Domingo do Advento!

  Pe. Deusdédit


24/11/2017
Ano do Laicato
Amados paroquianos, 
  Fechamos o ano litúrgico, dia 26/11, dia do leigo e abertura do ano do laicato, comemorando os 30 anos da realização do sínodo ordinário sobre a vocação e missão do leigo na Igreja e no mundo. O objetivo principal é o reavivamento da reflexão sobre a missão e espiritualidade dos leigos na Igreja e na sociedade, bem como o reconhecimento da presença generosa dos leigos e leigas nas ações da Igreja .
   Na Paróquia foi constituída uma comissão para trabalhar a formação dos leigos nas comunidades. vamos agrupar as comunidades que estão próximas uma das outras para favorecer o trabalho da equipe de assessoria.
  Lembro a todos do Natal em Família. A pastoral familiar é responsável pela animação da novena na Paróquia. Dia 5/12, faremos o envio dos dirigentes de grupos, na missa família, às 19;30, na comunidade Matriz da Paróquia.
                                 Envio minha bênção e abraço a todos.
                            Pe. Deusdédit
05/10/2017
Mês missionário
Amados paroquianos,
      No mês de outubro lembramos a dimensão missionária da Igreja, que é a sua mais profunda identidade. A Igreja católica existe para ser missionária. A sentença do Divino Mestre: "Ide pelo mundo inteiro e pregai", expressa dois grandes desafios.
    O primeiro desafio: todo ser humano, toda criatura tem direito de ouvir a mensagem cristã.
   Segundo desafio: se todas as criaturas têm o direito à mensagem do evangelho, cabe aos discípulos missionários, levarem esta mensagem ao mundo.
   Hoje somos esses discípulos missionários. Pois, todo cristão batizado deve ser missionário.
   Dediquemos um pouco do nosso tempo, neste mês de outubro, para espalhar a palavra de Deus aos familiares, parentes e amigos.
   Rezemos pelas famílias que estão sendo visitadas neste mês pelos missionários(as) da Paróquia.
      Deus abençoe a todos!
                            Pe. Deusdédit

06/09/2017 
Mês da Bíblia
  Amados Paroquianos,
   O mês de Setembro é todo ele dedicado à bíblia para lembrar a centralidade da palavra de Deus na vida pessoal e na pastoral da Igreja. Porquanto, a palavra de Deus é "O  rio por onde navega o barco de nossas comunidade". Convido todos os fiéis para que organizem os grupos de círculos bíblicos para estudo e aprofundamento da palavra de Deus. O estudo em grupo é melhor, porque um ajuda o outro na reflexão e partilha da palavra. convido os fiéis,também, para que se inscreva no curso de teologia para leigos. este cursos de 2 anos, tem proporcionado muito aprendizado bíblico para as nossas lideranças e fiéis da comunidade. O curso funciona no auditório da Igreja matriz(CPA IV), na  Segunda-feira, das 19:30 às 21:30.
  Envio minha bênção e um abraço fraterno aos queridos paroquianos.
                                    Pe. Deusdédit
XV congresso nacional da pastoral familiar
Amados paroquianos,
  Cuiabá sediará o XV congresso nacional da pastoral, do dia 8 a 10 de Setembro. Terá como tema: "Família, uma luz para a vida em sociedade", e lema: "vós sois a luz do mundo (Mt 5, 24). O congresso é um mega-evento sobre a família. O seu objetivo principal é a exaltação e apresentação da família conforme o plano de Deus. Este congresso será celebrado à luz da exaltação apostólica Amoris Laetitiae, do Papa Francisco, o qual pede o acolhimento de todas as famílias, sobretudo aquelas famílias em situação irregular ou incompleta. Lutemos para que nenhuma família seja excluída da vida comunitária e missionária da Igreja. Temos em nossa paróquia, muitas famílias que se encontram em situações complexas, as quais necessitam de ajuda e acolhimento pastoral.
  Reze pelo nosso congresso!
 Envio minha benção e um fraterno abraço a todos os nossos paroquianos.
                                    Pe. Deusdédit
01/08/2017
Semana nacional da família
Amados paroquianos,
do dia 13 de Agosto até o dia 19, celebraremos a semana nacional da família. Este ano o tema é: "Família, uma luz para a vida em sociedade". A semana da família tem como objetivo: refletir, rezar e fortificar os  valores da família cristã. Sabemos que a família vive a maior crise de valores humanos, éticos e cristãos da nossa história. 
  O Livrinho "Hora da família", está à disposição dos fiéis nas comunidades. Conclamamos todas as famílias para que organizem um grupo para os 7 encontros da novena.
   A semana da família ajudará na preparação espiritual para o XV Congresso Nacional da pastoral familiar, nos dias 8, 9 e 10 de Setembro.
      Envio meu abraço aos nossos paroquianos!
 
Pe. Deusdédit - Pároco
20/07/2017
Catequese paroquial
Amados paroquianos,
    Durante o mês de Julho, promovemos um mutirão para arrebanhar as crianças, adolescentes, jovens e adultos para ingressarem nos grupos que realizam os encontros de catequese. A catequese é que constrói Igreja viva. A catequese é o carro-chefe da Igreja. Por isso, convocamos todos os fiéis cristãos para que nos ajudem neste grande e santo trabalho.
    Veja se na sua rua ou vizinhança existem crianças e adolescentes fora da catequese. Ajude-as e encaminhe-as para fazerem inscrições, nos domingos, com os(as) catequistas das comunidades.
     Envio minha bênção aos nossos queridos paroquianos
                                        
 
Pe. Deusdédit - Pároco
04/07/2017
Novena do dízimo
Amados paroquianos, 
      Neste mês de Julho a arquidiocese de Cuiabá, promoverá a novena do dízimo nos grupos de famílias, como meio de conscientização e evangelização das famílias. A intenção da Igreja é que todas as Paróquias e comunidades sejam sustentadas com o dízimo dos fiéis e não com festas ou promoções. Sabemos que o dízimo é um mandato divino, instituído por Deus para a manutenção do culto e dos servidores do povo de Deus. Oxalá, todas as famílias cristãs pudessem fazer a experiência em devolver o seu dízimo, como fonte de graça e bênção de toda a família.
   Participe de algum grupo da novena. Estes grupos são instrumentos de evangelização e aprofundamento cristão.
       Envio minha bênção e orações aos queridos paroquianos.
 
Pe. Deusdédit - Pároco
27/06/2017
 Mês do Dízimo
Amados paroquianos,
    Durante o mês de Julho a arquidiocese de Cuiabá promove um mês de reflexão sobre a dimensão do dízimo na Igreja. O material de reflexão já está na nossa paróquia. Convoco todas as lideranças para que se empenhem na organização de grupos de reflexão para a novena do dízimo. A nossa comunidade paroquial já fez uma grande caminhada na linha de reflexão e implantação do dízimo. Porém, precisamos melhorar. Porquanto, a Paróquia , com suas 18 comunidades, não deve ser sustentada por festas e sim, pelo dízimo dos fiéis. Isto porque o dízimo é palavra de Deus. É, portanto, uma instituição Divina. Assim o dízimo pertence a Deus. Pelo dízimo, devolvemos a Deus, através da comunidade-família de Deus, aquilo que é de Deus.
     Organize o seu grupo e participe ativamente desta discussão e mobilização.

Pe. Deusdédit - Pároco


15/06/2017
Corpus Christi
   A festa de Corpus Christi é a exaltação do corpo e o precioso sangue de NS Jesus Cristo. A eucaristia é a realização da promessa de Jesus: "Eis que estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos". 
  A eucaristia é uma instituição divina, Pois, na quinta-feira Santa Jesus celebrou com seus discípulos, dando a ordem de manter viva esta memória e repeti-la por toda a eternidade.
  A eucaristia é o sacramento da unidade, congregando num só corpo todos os membros. Pelo banquete eucarístico, Jesus alimenta o seu povo na difícil caminhada pelo mundo. Assim a eucaristia vai nutrindo a fé, a esperança e o exercício do amor fraterno, alargando sempre mais o nosso coração para o perdão, a misericórdia e amor.
   Sejamos almas eucarísticas!

Pe. Deusdédit - Pároco


07/06/2017
Mês do Coração de Jesus
    O Mês de Junho é dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, sinal e expressão do amor misericordioso do Pai. Jesus é o maior sinal do amor de Deus para com a humanidade. Assim afirma o evangelista João: "Deus amou tanto o mundo que enviou o seu filho Unigênito"..
    Este amor de Deus é manifestado, também, na vida de todas as criaturas. É, por isso, que a nossa vida deve ser um hino perene de gratidão a Deus.
   Santa Margarida Maria foia grande devota e propagadora desta devoção. Ela disse: "Todos os nosso pecados, devemos queimá-los na fornalha ardente do Coração de Jesus".
   Jesus, manso e humilde de  coração. Fazei o nosso coração semelhante ao vosso.
              
      Envio minha bênção e meu fraterno abraço aos amados paroquianos.

Pe. Deusdédit - Pároco


30/05/2017
Semana de oração pela unidade
   A semana de oração pela unidade é uma resposta ao apelo do Divino mestre: "Pai que todos sejam um para que o mundo creia"(Jo 17,21). A unidade é dom perene de Deus que devemos merecer com incessante intercessão. Em 1895 o Papa Leão Xlll ordenou que fosse celebrada uma novena nos dias que vão da festa da Ascensão até pentecostes, para apressar a obra da reconciliação de todos os cristãos do mundo. a busca da unidade dos cristãos foi um dos principais objetivos do concílio vaticano ll. Para o Concílio, o ecumenismo é elemento constitutivo da Igreja. Portanto, uma comunidade para ser verdadeiramente cristã, dever ser, também, ecumênica, realizando o grande pedido de Jesus ao Pai. O Papa João XXlll falando sobre o ecumenismo disse: "Aquilo que nos une é infinitamente maior  do que aquilo que nos separa ou divide". Este ano o tema de 2017: "Reconciliação: é o amor de Cristo é que nos move"(2 Cor5, 14-20).
  Que o Deus da reconciliação nos ajude no diálogo ecumênico. Pois, pelo diálogo aprendemos uns com os outros e adquirimos o conhecimento mútuo dos irmãos e suas Igrejas.
  Envio minha bênção aos amados paroquianos

Pe. Deusdédit - Pároco


24/05/2017
Festa do Senhor Divino
Amados paroquianos,
                       
    estamos preparando a festa de Pentecostes. É a festa que marca o início da Igreja Católica. A vinda do E. Santo transformou os tímidos e medrosos apóstolos em ardorosos missionários. A pregação missionária dos apóstolos, fez surgir as primeiras comunidades cristãs. O E. Santo vem, com seus sete dons, edificar e enriquecer a Igreja, continuadora de J. Cristo.
     Todos os fiéis cristãos, receberam no dia do batismo, os dons para a edificação da Igreja. Portanto, vamos colocar nossos dons e talentos a serviço de nossas pastorais, grupos e movimentos. A comunidade cristã cresce na medida em que os dons são partilhados.
    Que a celebração da festa do E. Santo, possa reavivar a fé e o entusiasmo cristão de todos os nossos paroquianos.

Pe. Deusdédit - Pároco


19/05/2017
Semana da unidade(II)
Amados paroquianos,
                             Este ano de 2017, a semana de oração pela unidade dos cristãos tem como tema: "reconciliação: é o amor de cristo que nos move" (2Cor 5, 14-20). O tema da reconciliação é primordial para movimento ecumênico. O Deus revelado na bíblia o Deus da reconciliação. Enviou o seu Filho ao mundo para reconciliar os homens entre si e os homens com Deus. Devemos buscar incansavelmente esta reconciliação com os irmãos de outras Igrejas. Neste ano celebramos os 500 anos da reforma protestante. Devemos sair do conflito, da rivalidade, das contendas e da intolerância para a comunhão e a reconciliação. 
                        Vamos rezar pela unidade dos cristãos. Teremos na comunidade matriz da Paróquia, a abertura da semana de oração, no dia 29 de Maio, às 19:OOh, Todos estão convidados. O culto será presidido pela Pastora Vera da comunidade Luterana.
                             Envio minha bênção e meu abraço
                                  Pe. Deusdédit 
15/05/2017
Semana da unidade
     De 28 de Maio à 4 de Junho, celebraremos mais uma semana de oração pela unidade dos cristãos. A semana de oração pela unidade é um momento privilegiado para fortalecer o movimento ecumênico e aprofundamento da comunhão fraterna entre as Igrejas cristãs. O ecumenismo (casa comum) acontece entre as Igrejas cristãos, isto é, que professa a fé em Jesus Cristo, na sua mensagem,  e na Trindade Santa. Ao passo, que o diálogo inter-religioso acontece entre as religiões que não professam a fé em Jesus, mas acreditam num único Deus: misericordioso, onipotente e bondoso.
   
  Conclamamos para que todos intensifiquem suas orações: individuais e comunitárias pela unidade entre as Igrejas, atendendo o apelo de Jesus que disse: "Pai, que todos sejam um para que o mundo creia"(Jo 17).
                     
  Uma abençoada semana o para todos!

Pe. Deusdédit - Pároco


25/04/2017
Alegria da Páscoa!
Amados paroquianos,
durante 50 dias vamos viver o grande júbilo da páscoa!
  Jesus ressuscitado é causa desta justificada alegria. Todo cristão deve ser alegre. Pois, quem vive com Jesus ressuscitado, vive na alegria! Devemos contagiar o mundo com o testemunho da nossa alegria! Foi o próprio Jesus que disse: "vós sereis minhas testemunhas". Precisamos descobrir a doce e reconfortante alegria de anunciar o nome de Jesus aos homens de hoje.
 
  Jesus apareceu, após a ressurreição, aos discípulos e disse: "a paz esteja convosco". Disse três vezes, segundo o relato de João, para nos dizer que a paz é dom do Pai, Filho e do Espírito Santo. Porém, Jesus ressuscitado é o grande mediador dessa paz. Jesus ressuscitado  é nosso eterno intercessor!
  Que a celebração da Páscoa revitalize o nosso entusiasmo cristão!
  Envio minha bênção aos queridos paroquianos.

 

Pe. Deusdédit - Pároco


 

10/04/2017

Semana Santa  

Amados paroquianos
  Fomos agraciados por mais uma semana santa. É graça de Deus! Vamos vivenciá-la com fervor espiritual e participação. A quaresma termina na Quarta-feira. Quinta-feira é inicio do tríduo pascal que culmina com a celebração da ressurreição n vigília pascal. 
    Vamos acompanhar os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo neste ato supremo de seu amor pela humanidade. Fixemos nosso olhar no Cristo crucificado, exemplo de humildade obediência ao Pai e generosidade.
                       
     Participem! Somos Igreja!

 

Pe. Deusdétid - Pároco



CF2017: Conversão Ecológica

Amados Paroquianos,

 

Na encíclica "Laudato Si" (Louvado seja Deus), o Papa Francisco utiliza a expressão conversão ecológica para expressar o esforço e emprenho pessoal e comunitário pela preservação do meio ambiente. A conversão implica mudança de hábitos e de comportamentos em relação aos biomas da terra. Precisamos cultivar uma relação de harmonias e fraternidades com a natureza. Significado da conversão a natureza: 1- Sentimento de gratidão a Deus pela beleza da criação. É um reconhecimento por tudo que Deus fez por nós. 2- Sentimento de admiração: Ser um contemplativo da natureza. Contemplar a presença de Deus em todas as suas criaturas. 3- Não ao consumismo. Pois, ao consumismo compulsivo tende a esgotar a natureza. A ganancia  capitalista é que mais degrada o meio ambiente. 4- Simplicidade de vida. Cultivar um estilo de vida simples. contentar com o pouco. Ser simples no comer, no vestir e no conviver. 

Envio a minha benção e meu abraço aos estimados paroquianos.

Pe. Deusdédit-Pároco 

  


 

02/03/2017

Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promoverá a 54ª Campanha da fraternidade, iniciada em 1964. Na arquidiocese a campanha é lançada no último dia do “Vinde e Vede”. A campanha da fraternidade de 2017, tem como tema “Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida,” e como lema Cultivar e guardar a criação.” O objetivo geral da CF-2017 é: “Cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do evangelho”.

Porque discutir o assunto dos biomas brasileiros na Campanha da Fraternidade? Porque a Igreja para ser fiel a Jesus e ela mesma, deve interessar-se por tudo o que diz respeito à defesa e promoção da vida, dom de Deus. Escreveu o Papa Paulo VI: “A evangelização não seria completa se não tomasse em consideração a interpelação recíproca que se fazem constantemente o evangelho e a vida concreta, pessoal e social dos homens”(Evangelii Nutiandi, 29). Na mesma linha afirmou Papa Francisco: “a missão do anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo tem destinação universal. Seu mandato de caridade alcança todas as dimensões da existência, todas as pessoas, todos os ambientes e todos os povos. Nada do que é humano pode ser estranho à evangelização” (Evangelii Gaudium, 181). Os biomas são espaços de vida que geram a vida. A qualidade da vida humana depende, e muito, dos biomas. A destruição dos biomas é a destruição da vida! Os especialistas definem assim um bioma: “Conjunto de vida vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e que podem ser identificados a nível regional, com condições de geologia, clima e fauna semelhantes”. Entretanto, entre os seres vivos, os mais importantes são os seres humanos. As populações tradicionais e originárias: Indígenas, camponeses e ribeirinhos, constituem, por tanto, a maior riqueza dos biomas brasileiros. Esses biomas foram assim classificados pelos estudiosos do assunto: Floresta Amazônica o Cerrado, a Mata Atlântica, a Caatinga, o pampa e o Pantanal. Na verdade, a campanha é um desdobramento da carta encíclica: LAUDATO SI’, do Papa Francisco, o qual nos convoca para um grande mutirão para salvar e limpar o planeta, nossa casa comum, que está se transformando num grande “Lixão”. O Papa Francisco fala do cultivo de uma espiritualidade ecológica que consiste no amor e respeito à natureza, no cuidado com a sustentabilidade e buscar mudança de hábitos nocivos ao meio ambiente. Somos guardiões e jardineiros da criação de Deus. Para tanto, precisamos da conversão ecológica, adotando um estilo de vida simples e sóbria (viver com o pouco), sem consumismo, sem desperdício de alimentos e sem a ganância capitalista que agrava a miséria das populações tradicionais e dos mais pobres. Os exercícios quaresmais da oração, do jejum e da esmola, ajudarão na nossa santificação e preparação para a santa Páscoa. A quaresma nos lembra da necessidade da conversão permanente, porque somos imperfeitos. Precisamos intensificar a busca de Deus. Só o encontro pessoal com Deus, expressão suprema de bondade e amor, pode saciar a sede do coração humano. Assim, devemos aprender a descobrir o Deus do amor como o fim verdadeiro da existência humana, abandonando-nos livremente em suas mãos. 

Em fim, a Campanha da fraternidade é uma atividade evangelizadora global e ampla, desenvolvida no tempo da quaresma, para ajudar os cristãos e às pessoas de boa vontade a se tornarem mais humanas, solidárias e fraternas com seus semelhantes. Esta é a verdadeira penitência que Deus quer e espera de nós.

                                 Pe. Deusdédit - Pároco  


 

13/02/2017

 Estudo da Campanha da fraternidade 

Amados paroquianos,
  Neste Domingo (12/02), aconteceu o encontro do Setor V para o estudo do conteúdo da CF-2017. Havia 200 participantes. Portanto, foi expressiva a participação das 4 Paróquias. A CF tornou-se uma grande escola de conscientização social e política da Igreja no Brasil. Pois, o evangelho tem uma lucidez social e política. 
 Esta Campanha é um desdobramento da encíclica ecológica do Papa Francisco: "Laudato SI"( Louvado seja Deus). Todos somos convocados para uma grande mutirão para salvar os nossos biomas: Amazônia, Pantanal, Mata atlântica, Caatinga e Pampas. Estes biomas constituem a grande riqueza desta nacional. 
 Deus privilegiou nossa nação com a beleza e grandeza destes biomas. Vamos cuidar da natureza! Cada uma faça a sua parte! 
 Convoco todas as lideranças para se empenhem na organização dos grupos da via-sacra em família. Os livrinhos da via-sacra contém o contéudo da CF-2017.
                       Minha bênção e meu abraço a todos!

                                 Pe. Deusdédit - Pároco


 10/02/2017

Campanha da fraternidade 

Amados paroquianos,
  Com alegria iniciamos nossas atividades pastorais de 2017. Vamos caminhar juntos, na unidade e no compromisso com o Reino!
   Já fizemos o envio paroquial e entrega do livrinho da Via sacra em família para os animadores das comunidades. Peço o empenho de todas as comunidades na realização da campanha, o qual traz o tema, "Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida". Lema: "Cultivar e guardar a criação".
    Neste domingo teremos um dia de estudo sobre o conteúdo da CF-2017. Entretanto, esses conteúdos se encontram nos livrinhos da Via-sacra. Por isso, é necessário que todas as lideranças organizem seus grupos. os círculos do ECC, também são convidados a usarem o livrinho em seus encontros. Lembremos que a CF é um programa global da Igreja no Brasil. Portanto, todos os grupos, pastorais e  movimentos são convocados para um engajamento neste projeto, com alíissima finalidade evangelizadora e social.
            Envio minha bênção e orações para todas as famílias

                                 Pe. Deusdédit - Pároco


 

jan/2017 

                                  Bem vindo 2017!

Amados paroquianos,

                              É um ano novo e o tempo é o mesmo. O que muda e a faz a diferença, são as ações que produzimos no tempo. Portanto, vamos inovar e colocar boas ações no novo tempo. Vamos encher o tempo de amor, fraternidade, apostolado, solidariedade e boas amizades. Jesus se encarnou para ser nosso amigo de jornada.  Portanto, vamos cultivar um proximidade com Ele. Lembremos que o segredo da felicidade é o amor a Deus e o amor aos irmãos. Que venha o ano de 2017, com paz, saúde, prosperidade, e santidade!

       Feliz e abençoado ano de 2017!

 Pe. Deusdédit 

 

 

 


24/12/2016 

Alegria do Natal

“Eis que vos anuncio uma grande alegria: Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um salvador, que é o Cristo Senhor (Lc,210)”. Estas palavras jubilosas e esperançosas ditas aos humildes pastores de Belém, os primeiros adoradores de Jesus, constituem a grande mensagem do Natal. Estas iluminadoras palavras, devem ecoar, hoje, em nossos corações e consciências. Fomos agraciados com mais um Natal, festa magna do calendário litúrgico-cristão, em que celebramos o grande mistério da encarnação do Divino salvador. Viva as profecias que se realizaram! Deus cumpriu sua promessa enviando o seu amado Filho! Chegando a plenitude dos tempos, fixada pelo desígnio insondável do Pai, o filho de Deus assumiu natureza humana, adentrando em nossa história, a fim de reconciliar a humanidade com o seu criador. Os cristãos têm muitos motivos pra se alegrarem com o nascimento de Jesus. Pois, Ele é o melhor presente de Deus para com a humanidade. Ao contemplarmos o presépio, vemos o exemplo do amor gratuito e universal de Deus. Esse verdadeiro amor, revelado pelo menino Deus, tem dois aspectos: Amor gratuito e universal.

Gratuidade: um filho nos foi dado de graça pelo amoroso Deus! Precisamos, também, aprender esta lição. Querer, desejar e fazer o bem ao outro, sem querer ou esperar nada do outro! É o sentido da gratuidade da vida e do verdadeiro amor! Naturalmente que esta atitude contraria a lógica do mercado consumista e mercantilista do “toma lá, da cá”!

Universalidade significa: Jesus veio para todos os povos da terra, rompendo com o particularismo judaico. Os povos e suas culturas foram representados pelos pobres, humildes e marginalizados pastores de Belém e, posteriormente, pelos Reis Magos! Assim, o natal nos revela a mística da solidariedade e tolerância com as todas as pessoas e culturas. A sabedoria consiste em aprender a conviver com as diferenças! Natal é, Portanto, a grande festa da solidariedade universal. Por isso, é comemorado em todo mundo, até mesmo onde a população cristã é minoria.

Em fim, no mundo inteiro esta data se reveste de certa ternura e magia, despertando nas pessoas sentimentos cristãos, muitas vezes adormecidos, tais como: alegria, amizade, confraternização, gestos de bondade e reconciliação com o próximo. Então, o verdadeiro Natal consiste em refazer e reconstruir as relações de amizades perdidas. Não esqueçamos que os bons e verdadeiros amigos são, também, presentes que recebemos de Deus. Lembre-se: Os verdadeiros amigos não os compramos em pacotes! Não há dinheiro que os possam pagá-los! Portanto, cultivar os bons amigos. É preciso aprender ter e ser amigo!

Neste Natal, abramos as portas do coração para sermos transformados e iluminados por aquele que é o “sol da justiça”: a adorável pessoa de Jesus, o mensageiro do Pai!

Feliz, santo e renovador natal para todos!

                                 Pe. Deusdédit - Pároco  

 29/11/2016

Espiritualidade do advento 

 

Com o tempo do advento a Igreja inicia o novo ano litúrgico. São Três semanas que antecedem a data magna da encarnação de Deus em nossa história. Neste tempo a Igreja entoa o cântico de esperança pela chegada do príncipe da paz, o Emanuel (Deus conosco). O refrão: “Vem Senhor, vem nos salvar”, expressa, liturgicamente, o sentido mais profundo do advento. Este tempo tem dupla característica: preparação para as solenidades do Natal, nos quais se recorda a primeira vinda do filho de Deus no meio dos homens (advento natalício), simultaneamente, tempo em que, com esta recordação, os espíritos se dirigem para a expectativa da segunda Vinda de Jesus no fim dos tempos (advento escatológico). A Igreja recomenda quatro atitudes cristãs: 

1- Espera: alegre chegada e amorosa acolhida do filho de Deus. 

2- Oração: a oração é elemento primordial da espiritualidade cristã. É o esteio da nossa vida. 

3- Renovação: o advento é tempo de conversão e penitência. A cor roxa usada na liturgia lembra esta atitude. Recomendamos, vivamente, aos fiéis o sacramento da confissão, que é um grande instrumento de renovação espiritual e preparação para o Natal. 

4- Caridade fraterna: Precisamos, sempre, rever e refazer nossas relações de fraternidade, de convivência na família, de amizade com os amigos, com os colegas de trabalho e com a vizinhança. 

Lembramos a Novena do natal em família que, além de ser um momento forte de evangelização das famílias, é um instrumento precioso para o aprofundamento das relações de amizade, de encontro e proximidade com as pessoas. Como disse o Papa Francisco: “precisamos criar a cultura do encontro e a revolução da ternura com as pessoas”. 

No Advento, a CNBB, promove Campanha da Evangelização. Neste ano o tema é: “Jesus está no meio de nós”. O dia nacional da coleta será no terceiro Domingo do advento (11). O objetivo da campanha da evangelização é, sobretudo, a sustentação dos projetos formativos da CNBB, com seus Regionais, e a formação dos evangelizadores para a Igreja em seus diversos níveis. Colabore com campanha da evangelização e ajude a preparar bem o Natal na sua família, no grupo ou comunidade. 

Em Cristo Jesus,

                                 Pe. Deusdédit - Pároco
 
22/11/2016
Fechamento do Ano da Misericórdia 
Amados paroquianos,
                    Com a solenidade de Cristo Rei, o  Papa Francisco fechou, simbolicamente, a porta santa da misericórdia. Entretanto, o legado do ano da misericórdia deve permanecer em nossa memória. Duas ideias marcaram o ano santo: 1- Nossa vida é obra do amor misericordioso de Deus. A nossa vida é a maior prova de que Deus nos ama com infinita misericórdia. 2- Ser misericordioso com as pessoas que nos cercam ou que se aproximam, ainda que ocasionalmente, da nossa vida. Assim como Jesus perdoou o ladrão arrependido, demonstrando  para o mundo que o ser humano é maior do que a sua culpa, seu crime ou seu pecado, assim, também devemos perdoar sempre! vamos tirar do coração todo sentimento de ódio ou vingança contra as pessoas. Pois, o perdão traz serenidade e paz para o nosso interior.
                  
                     Jesus misericordioso, tende piedade de nós! fazei de nós instrumento do seu perdão e da sua misericórdia!
                     
                                 Pe. Deusdédit - Pároco
17/10/2016
Dia mundial das missões 
Amados paroquianos,
   No próximo Domingo(23), celebraremos o dia de oração e coleta para as santas missões. Todos sabem que a dimensão missionária é a mais profunda identidade da Igreja. Ela existe para ser missionária, isto é continuar a missão de J. Cristo na história. Lembramos que todo cristão batizado deve ser missionário. Pois, "quem encontrou J. Cristo, não pode retê-lo para si"(S. João Paulo II).
   A missão necessita de apoio financeiro. Qualquer projeto missionário, para ser realizado, depende de recursos econômicos. Por isso, promovemos a coleta missionária, como sinal de solidariedade e corresponsabilidade com o anúncio do evangelho. Esta coleta ajudará as obras missionárias espalhadas pelo mundo inteiro. É a pontifícias Obras missionárias(POM) que administra e controla a sua distribuição nas diversas partes do mundo Católico.
   Rezemos sempre por todos os missionários e missionárias dos mundo.
                                 Pe. Deusdédit - Pároco
 
04/10/2016   
Mês missionário
Amados paroquianos.
     Iniciamos o mês missionário. Este mês temático, visa reavivar a consciência missionária da Igreja, por vezes adormecida. Porquanto, todo cristão batizado deve ser missionário. A dimensão missionária é a mais profunda identidade da Igreja. A Igreja para ser verdadeiramente Católica ela precisa  ser missionária. O Papa Francisco nos diz: "Precisamos descobrir a doce e reconfortante alegria de evangelizar"(EG).
      De acordo com a Evangelii Gaudium (Alegria do evangelho), são segmentos ou esferas que precisam ser evangelizados: 
1- Os fiéis cristãos que participam do rebanho. Todos precisamos do aprofundamento cristão e doutrinal. 
2- Os que foram batizados, mas não foram evangelizados. São aqueles que se afastaram do rebanho ou perderam o vigor da fé. Hoje, são mais 40% de católicos afastados, os quais só buscam ocasionalmente a Igreja (Festas patronais, casamentos, formaturas,missa de 7º dia..etc). 
3- Os que vivem sem fé. São aquelas pessoas indiferentes a tudo! Com o avanço do secularismo e do consumismo, muitas pessoas se distanciaram dos princípios da fé e da religião.
                      Sejamos missionários!
         Lembre-se: "Quem encontrou J. Cristo, não pode retê-lo para si"(S. J. Paulo II)
                       Deus abençoe a todos.
                           Pe. Deusdédit

 20/09/2016 

 Inspiração Bíblica 

Amados paroquianos,
  quando falamos em inspiração bíblica, queremos dizer que todos os livros da bíblia foram escritos por Hagiógrafos (escritores sagrados da bíblia), os quais sofreram influência ou influxo direto de Deus. Deus utilizou instrumentos humanos para revelar sua Divina vontade, por escrito, aos homens de todos os tempos. Porquanto, os escritores sagrados, utilizaram muitos recursos de linguagens, cenários, símbolos e diferentes gêneros literários para a apresentação da palavra de Deus.    
  Assim a Igreja afirma que a Bíblia não pode errar (inerrância bíblica), porque foram inspirados por Deus e não apenas resultado da vontade humana e habilidades dos hagiógrafos. Entretanto, em todos os livros aparecem o estilo próprio, os dons e a vivacidade de cada autor.
   "A bíblia é a carta de Deus aos seus amados filhos".
                           Pe. Deusdédit

13/09/2016

Cristianismo:religião da palavra de Deus! 

Amados paroquianos,
                               
   O cristianismo não é a religião do livro,mas a religião da palavra de Deus! Esta afirmação significa que a revelação da palavra de Deus não está só na Bíblia (conjunto de livros sagrados), porém, em outras formas de revelações. Tais, como: a Tradição (conjunto de ensinamentos doutrinais da Igreja ao longo da história), os Santos(as) e seus ensinamentos, as pessoas (testemunho de fé), os acontecimentos do dia a dia e a natureza (livro aberto de Deus). 
  Portanto, podemos captar a divina revelação de tantas maneiras, desde que tenhamos a fé e abertura de coração. Saibamos acolher a palavra de Deus, não só  através do livro sagrado, mas por outras as vias reveladoras referidas acima.
                        Amemos muito a palavra de Deus!
                           Pe. Deusdédit

08/09/2016

A Lectio Divina
Amados paroquianos,
     A Igreja vem recomendando vivamente aos fiéis cristãos a utilização da Lectio Divina (leitura orante da bíblia), como instrumento de espiritualidade. A lectio divina ajuda na compreensão da palavra de Deus e no cultivo de nossa espiritualidade, iluminando o nosso cotidiano e nossa convivência fraterna, com a palavra de Deus. 
     A Lectio divina tem 4 passos: 
1- Ler o texto pausadamente.
2- O que diz o texto?
3- O que o texto me diz?
4- O que o texto me faz dizer a Deus(intercessão)?
    O livrinho "liturgia diária" pode ser uma das ferramentas da Lectio Divina.
                      
   Recomendo, vivamente, aos nossos paroquianos para que faça, diariamente, a lectio divina, como ferramenta de espiritualidade e crescimento.

  

Pe. Deusdédit


 

30/08/2016        

Mês da Bíblia 

Amados paroquianos,
   Vamos iniciar o mês da bíblia. Todos os meses, são meses da Bíblia. Entretanto,  o mês de Setembro, quer lembrar a centralidade da palavra de Deus na vida dos fiéis cristãos, das famílias, das comunidades e de toda a Igreja. Não esqueça de dedicar, no mês de setembro, um pouquinho do seu tempo, para o estudo e meditação da divina palavra.
   Quem ainda não adquiriu sua Bíblia, pode encontrar na secretaria da Paróquia. Temos,também, várias livrarias católicas em Cuiabá, com todas as versões da bíblia: CNBB,  Paulus,  Vozes, Loyola, Ave-Maria, Jerusalém, Peregrino e Ecumênica.
     Que a palavra Deus seja a luz da nossa vida!
     Uma abençoada semana para todos!

   Pe. Deusdédit


 

 24/08/2016

Semana da família

 Amados paroquianos,
    Constatamos uma boa participação e envolvimento dos grupos nos encontros com o livrinho "hora da família". Foi muito boa a participação da juventude no encerramento na Comunidade Matriz. A procissão, com a reza do terço pela família, foi bem organizada pela coordenação da pastoral familiar. Foi muito rica as reflexões nas cinco paradas. Todas as reflexões foram com temas relevantes que envolvem a problemática familiar hoje.
    
   Quero parabenizar a coordenação paroquial da pastoral familiar pelo empenho e esforço para para preparar e celebrar com brilho a semana nacional da família.
      
     Que a sagrada família abençoe todas as famílias da Paróquia.

 

   Pe. Deusdédit


 

09/08/2016

Semana da família

 
Amados paroquianos,
   De 14 a 21 de Agosto celebramos a semana nacional da família. É uma semana de intensa evangelização de nossas famílias. O livrinho "Hora da família" será o instrumento de encontro, reflexão e oração entre as famílias. Quem desejar fazer o encontro, procure o livrinho na secretaria. Neste ano a SNF tem como lema: "A misericórdia na família".
  Vamos cuidar da família, patrimônio mais valiosos da pessoa humana na terra. Lutemos para que nossas famílias sejam, verdadeiramente, escolas das virtudes cristãs, sobretudo da fé e do amor. Vamos cultivar, permanentemente, o dialogo familiar, como meio de solução de todos os problemas que machucam as famílias.
                     
    Deus abençoe as famílias!
                

   Pe. Deusdédit


 

26/07/2016

Viva são Joaquim e Sant'ana! 

Amados paroquianos,
  Dia 26 de Julho celebramos a memória dos avôs de Jesus. Nossa homenagem e nossa sentida gratidão aos nossos avós. Eles e elas cuidaram de nós no passado, temos cuidar deles e delas hoje. Precisamos ver a presença dos idosos na família como verdadeira bênção de Deus e não como estorvo. Os idosos constituem uma espécie de reserva cultural da família. Porquanto, eles são fonte de sabedoria e conhecimento e tradições do passado que são repassados aos filhos e netos. Por isso, temos que reverenciar e promover a dignidade da pessoa idosa.
   A mais nova comunidade (caçula), bairro Nova Canaa, da Paróquia, é dedicada a Sant'ana. Conheçamos as comunidades da Paróquia, para aprofundar nossa comunhão e nossa fraternidade.
    Que São Joaquim e Sant'ana protejam nossos idosos.
     Deus abençoe e ilumine todas as famílias da Paróquia.

   Pe. Deusdédit


 

20/07/2016

Semana da família

 Amados paroquianos,
    já chegaram os livrinhos "Hora da família" para a animação da SNF. A semana nacional da família é uma grande ocasião para evangelização de nossas famílias. Este ano tem como tema: Misericórdia na família, dom e missão. 
   Dom: a família é obra da infinita misericórdia de Deus. A família é a invenção mais bonita do Deus misericordioso. 
  Missão: A família é chamada a vivenciar, com seus membros, a misericórdia. É chamada, também, a anunciar a misericórdia de Deus para tantas outras famílias que vivem sem a luz de Cristo!
     Adquira o livrinho "hora da família" e reúna sua família e vizinhos para a novena, de 14 a 19 de Agosto.
   Envio minha benção e minhas orações a  todos os fiéis cristãos da comunidade paroquial.
                                       

   Pe. Deusdédit


 

28/06/2016

Novena do Dízimo

Amados paroquianos,
                                 
       Nesta terça-feira, 28/06, será celebrado o envio da novena do Dízimo. É uma novena de oração e de evangelização. Muitas pessoas vão tomando consciência do compromisso bíblico durante a novena. Porquanto, o dízimo é um mandato divino! É, portanto, palavra de Deus! Todos devemos obediência à Divina palavra.
        Alertamos às pessoas que vão dirigir a novena, que procurem as famílias mais afastadas ou católicos não-participantes. São estes fiéis que mais necessitam de conscientização.
       Envio minha bênção e minhas orações à todo as as famílias dizimistas da comunidade paroquial.

           Deus abençoe as famílias dizimistas!
                                       

   Pe. Deusdédit


 

 21/06/2016

Viva João Batista!

Amados paroquianos,

        As festas Juninas, em torno da figura de João Batista, não devem ser apenas de quadrilhas, quentões e busca-pé, mas devem nos aproximar de Deus. João Batista é precursor porque preparou um ambiente acolhedor e menos hostil para Jesus. Que seria de Jesus se não fosse João Batista! Desde de o ventre de Isabel, João já era profeta da esperança. Sua voz vibrante e ameaçadora toca os corações de quem o escutava, despertando a conversão em muitos corações. Hoje, somos nós a voz de João Batista, que conclama e convoca as pessoas para o encontro com o Divino Salvador. Pois, há muitos corações vazios que estão vivendo sem a luz de Cristo! Vamos dizer com João Batista: "eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo"!
          S. João Batista, rogai por nós!

                                       

   Pe. Deusdédit


14/06/2016

Viva Santo Antônio!

Amados paroquianos,

   Neste mês de Junho, festejamos S. Antônio, o santo casamenteiro na cultura popular. Realmente, S. Antônio quando trabalhou na França, numa pequena cidade, fez uma grande campanha de arrecadação de dinheiro para auxiliar as famílias pobres na realização do sonho de ver as filhas casadas, de acordo com as exigências culturais e religiosas da época( Século XII). Foi, portanto, um incentivador dos casamentos religiosos. Porquanto, todo cristão batizado deve santificar o casamento na Igreja, recebendo o sacramento do matrimônio.
   Assim disse Santo Antônio em uma de suas pregações: "A palavra é viva quando são as obras que falam. Cessem, portanto, os discursos e falem as obras. Estamos saturados de palavras, mas vazios de obras!"
   Que Santo Antônio interceda por todos os casais de namorados e noivos da nossa Paróquia.


                                          Pe. Deusdédit


 

 

08/06/2016

Amados paroquianos,


      
Vamos iniciar a novena de S. João Batista. João Batista é o precursor de Jesus, desde o ventre de sua mãe Isabel, portanto, desde de menino. Quando Isabel encontra Maria, a criança  pulou de alegria no seu ventre. Por isso, a iconografia(imagem) usa a figura de João como um menino e um adulto carregando um cordeiro, figura de Jesus que será imolado pela redenção do mundo. Devemos ser, hoje, a voz profética de João Batista. Os precursores de Jesus em todos os ambientes.
      
Preparemos para a festividade do nascimento de S. João, participando da novena em várias ruas da comunidade Matriz e do tríduo preparatório.
       
Envio minha bênção a todos os paroquianos.


                                          Pe. Deusdédit

 


 31/05/2016

Solenidade do sagrado Coração de Jesus


Amados paroquianos,

   O mês de Junho é dedicado ao sagrado Coração de Jesus. Dia 3 (1ºSexta-feira), é a solenidade do Coração de Jesus. Jesus apresenta o seu coração como sinal de infinito amor e bondade sem limite de Deus para conosco. Todos os nossos pecados, devemos queimá-los na fornalha ardente do sagrado coração.
   Temos uma capela, cujo padroeiro é o Sagrado Coração de Jesus(bairro Dr. Fábio II). Na Sexta-feira, às 19;30, temos a procissão, em seguida a santa missa.  Precisamos criar gestos de solidariedade com as comunidades, visitando-as nas celebrações das festas patronais.
     Jesus, manso e humilde de coração. Fazei o nosso coração semelhante ao vosso!


           Envio minha bênção e orações para todos os Paroquianos.


                                          Pe. Deusdédit


 

 

 17/05/2016

Festa da Santíssima Trindade

 

Amados paroquianos,


     No próximo Domingo celebraremos a solenidade da Santíssima Trindade. É a festa do Deus-amor, do Deus-comunhão, do Deus-comunidade, do Deus-família! A SS. Trindade é a melhor comunidade! Esta celebração deve reavivar em nós o desejo ardente de viver o espírito de comunhão e de vida comunitária. Estamos mergulhados na cultura do individualismo, dificultando, enormemente, a vivência da dimensão comunitária da fé. A festa do Espírito Santo nos fez recordar que os dons recebidos de Deus, devemos partilhar com o crescimento da comunidade.
   Outro sinal de amor à comunidade é a devolução do Dízimo. Pelo Dízimo contribuímos com a edificação da comunidade e a implantação do reino de Jesus de Nazaré neste mundo.
                           
     Sábado, às 19:OO, teremos a procissão e missa na comunidade SS. Trindade, no Jardim Umuarama.

       Participe! somos Igreja!



                                          Pe. Deusdédit


 

 

27/04/2016

Mês de Maria

Amados paroquianos,


   Vamos iniciar o mês de Maio, dedicado à N.Senhora.
  Conclamamos às comunidades para que expressem, durante o mês de Maio, homenagens e carinho filial à mãe  de Deus e nossa.  Maria é a nova Eva. A nova mulher. Aquela que disse sim à Deus, trazendo Jesus ao mundo. Portanto, foi a fiel colaboradora de Deus em sua obra salvadora. Ela está sempre ao nosso lado, sobretudo nos momentos de tribulações e aflições.
                                

   Maria, mãe do povo de Deus, Rogai por nós!


 

 19/04/2016

Jesus: O bom pastor

Amados paroquianos,


   Jesus se apresenta ao mundo como o bom pastor, diferenciando dos maus pastores registrados na bíblia, sobretudo no Antigo Testamento.

  Jesus é o bom pastor porque:

1- Porque que Ele está em profunda comunhão com o Pai. Assim Ele: "Eu o Pai somos um". Portanto, é o autêntico representante dos Pai no mundo;

2 - Porque Ele conhece e ama as ovelhas;

3- Porque Ele  alimenta as suas ovelhas;

4 - Porque deu a vida pelas ovelhas.
                            

   Sejamos ovelhas fiéis e obedientes à voz do Bom Pastor!


                               Deus abençoe a todos!

Pe. Deusdédit


 

 14/04/2016

Encontro com o Ressuscitado!

Amados paroquianos,

     
Jesus, após a sua ressurreição, permaneceu 40 dias entre os discípulos, para animá-los e fazê-los compreender a sua gloriosa ressurreição. Pois, a fé dos discípulos era, ainda, muito frágil e incipiente.      

       Esta fé só foi consolidada,mediante as aparições do ressuscitado aos discípulos. Os encontros com o ressuscitado eram transformadores. Foram encontros que transformaram os tímidos e medrosos discípulos em ardorosos e vibrantes evangelizadores.

       Os primeiros discípulos e cristãos anunciaram  a palavra de Deus, com fé, coragem e ousadia, nas culturas: Judaica, pagã e   grega(helênica). Estas culturas foram impregnadas da mensagem Cristã.

      Hoje, também, renovados pelo Cristo ressuscitado, precisamos evangelizar as diferentes culturas que integram o ambiente cultural da pós-modernidade, tais como: o relativismo ético, o individualismo, o consumismo, o hedonismo(busca desenfreada dos prazeres do mundo) e o secularismo ( materialismo).


                               Deus abençoe a todos!

Pe. Deusdédit


 

  05/04/2016

Tempo Pascal

Amados paroquianos,

   O tempo pascal é o período que vai da ressurreição até a festa de Pentecostes. São, portanto, 50 dias que Jesus conviveu com seus discípulos após a ressurreição. Isto, porque os discípulos tiveram enorme dificuldade para compreender o corpo glorioso e transfigurado de Jesus. Por isso, Jesus permanece no meio deles para ajudá-los, até que a fé no ressuscitado fosse consolidada.

    Porquanto, a páscoa constitui o eixo de todo o tempo litúrgico e dos 7 sacramentos da Igreja. Todas as ações celebrativas e evangelizadoras da Igreja, giram em torno do mistério pascal. É, por isso,o ponto de partida e ponto de chegada  das ações da Igreja.

   Que a alegria da ressurreição nos anime em nossas atividades evangelizadoras na Paróquia.
                                      
                                   Deus abençoe a todos!

 

Pe. Deusdédit


 

 29/03/2016

OITAVA DA PÁSCOA

Amados paroquianos,

             Estamos vivenciando a oitava da páscoa, ou seja, um prolongamento da solenidade da ressurreição por 8 dias. As missas da semana são celebradas como se fosse missa de Domingo (com glória,creio...). São, pois, oito dias de festa! A Páscoa constitui o núcleo central ou eixo da fé cristã e da nossa religião. Pois, é o ato supremo da nossa redenção.
             Busquemos, portanto, a vida nova em Cristo ressuscitado. Que a celebração da páscoa traga frutos de renovação espiritual aos nossos fiéis,grupos, pastorais, serviços e movimentos paroquiais.

              Uma renovadora páscoa para todos os nossos paroquianos!


Pe. Deusdédit


 

 

26/03/2016

PÁSCOA, FESTA DO PERDÃO

Origem da Páscoa: Segundo os estudiosos, a Páscoa (Pesah) era uma festa primitiva, pré-Israelita, de pastores nômades, celebrada na primavera para:

  1. Agradecer a Deus pelos nascimentos das ovelhas;
  2. Para pedir a proteção divina contra os maus espíritos, manifestados nas doenças (pestes) contra o rebanho e a família;
  3. Para pedir a fertilidade do rebanho e das novas pastagens.

O ritual primitivo consistia no sacrifício de um animal e com o sangue dele era tingido a entrada da tenda.

A Páscoa Israelita: A festa da Páscoa foi incorporada no calendário litúrgico das festas judaicas com um sentido salvífico (conf. Lv. 23,5). O ritual da festa da Páscoa no Antigo Testamento é apresentado em Êx 12,1-28. A narrativa da Instituição da Páscoa começa com estas palavras: “Este mês será para vocês o principal, o primeiro mês do ano” (Ex 12,1s...). O rito consistia na celebração de um banquete no primeiro mês do ano (14 de Nisan). O cordeiro devia ser assado inteiro e partilhado em família. Os comensais comiam-no em pé, com sandálias nos pés - acompanhado de Pão sem fermento e ervas amarga. Estes símbolos litúrgicos expressam amargura da escravidão, a pressa para sair da opressão e prontidão para a partida. É o desejo ardente de libertação. Assim, a Páscoa transforma-se numa Instituição perpétua , como memória da libertação do povo de Deus, celebrada anualmente para reavivar a fidelidade ao Deus libertador.

Páscoa Cristã: No Novo Testamento Jesus Cristo confere um sentido novo para a festa da Páscoa. Durante os festejos da Páscoa judaica, Jesus, livremente, entrega sua vida ao Pai pela redenção do mundo. É a Páscoa de Jesus: paixão, morte e gloriosa ressurreição. O apóstolo Paulo nos diz: “Cristo por nós se fez obediente até a morte e morte de cruz (Fl 2,8)”. Ele é o cordeiro imolado para a vida do mundo. Com seu precioso sangue Jesus consolida, definitivamente, a nova e eterna aliança, reconciliando os homens com Deus e entre si. “Quando eu for elevado da terra, atrairei todos a mim (Jo 12,32)”.

A Páscoa de Jesus é, portanto, o núcleo central da fé cristã. É, indiscutivelmente, o acontecimento mais importante da história da salvação. O Pai entrega o seu filho, num gesto de amor sem limite pelos homens, e o filho entrega sua vida num gesto de total obediência ao Pai. Somos, pois, chamados a morrer com Cristo e ressuscitar com ele, conforme as palavras de São Paulo: “Portanto, se ressuscitastes com Cristo buscai as coisas do alto (Col 3,1)”.

Que o Espírito de reconciliação, de concórdia, de diálogo e paz, possa iluminar o momento político que estamos atravessando. Precisamos viver uma vida reconciliada internamente e externamente: com a família, com os amigos, com a comunidade, com a natureza e no mundo da política. Jesus é a referência da paz e do perdão: “Pai perdoa-lhes! eles não sabem o que estão fazendo! (Lc 23,34)”.

A grande lição da páscoa é amor aos inimigos, fazer o bem àqueles que nos fazem o mal, pagar o mal com o bem e orar pelos que nos perseguem! Verdadeiramente, o perdão é a maior recompensa que damos a nós mesmos. Pois, alivia, reconforta e cura a nossa alma ressentida. Que a celebração da páscoa traga frutos de renovação em nossa vida, engajando-nos na construção da cultura da paz, de um mundo fraterno e solidário!

                                    Feliz, santa e renovadora Páscoa a todos!

Pe. Deusdédit


 

 15/03/2016

Coleta da solidariedade!

Amados paroquianos,

     No próximo Domingo acontecerá a coleta nacional para o fundo de solidariedade da CF-2016. O fundo de solidariedade, ajuda mini-projetos sociais da Igreja em todo Brasil. Todo ano a nossa Paróquia é contemplada com uma pequena na ajuda para o projeto social Cuiabaninho, na comunidade S. Sebastião, que atende crianças de 7 a 14 anos com atividades educativas e práticas esportivas.
      Conclamamos à todos para que participem da coleta da campanha da fraternidade no Domingo de Ramos. Portanto, não esqueça de trazer o  envelope para entregar no ofertório.
      No domingo de ramos, a Igreja abençoa os ramos que os fiéis trazem para a procissão. Os Ramos simbolizam as palmas da vitória, consumada com a paixão e morte de J. Cristo. São os ramos da esperança que proclamam Jesus, o Rei dos Reis. Pois Jesus é nosso Rei e Senhor!

       Convidamos a todos para que participem das celebrações da Semana Santa!

        Envio uma bênção a todos!

Pe. Deusdédit


 

02/03/2016

Campanha da fraternidade

Amados paroquianos,

 Estamos operacionalizando a CF 2016: "Casa comum, nossa responsabilidade". Todos somos responsáveis pelo cuidado do planeta, o qual vem se transformando num grande "lixão". O homem foi criado por Deus para ser o guardião ou jardineiro desta obra maravilhosa do criador, que é a natureza limpa. Por tanto, vamos cuidar do nosso quintal, da nossa rua, dos espaços públicos, mantendo-os limpos! Pois, recebemos a natureza limpa de Deus, devemos devolvê-la limpa ao nosso Criador.
   Participe dos grupos da via-sacra em família na sua vizinhança e prepara bem a santa Páscoa.

                              Deus abençoe a todos!

Pe. Deusdédit


 

 24/02/2016

Oração na quaresma

Amados paroquianos,


   O tempo da quaresma é tempo de oração. É preciso rezar mais e rezar melhor! Pois, a oração e o esteio da nossa vida. Santo Agostinho disse: "vive bem quem reza bem". Portanto, aprender a rezar é aprender a viver!

   A via-sacra em família é uma ótima oportunidade para a oração com a vizinhança. A oração comunitária é mais forte e mais agradável a Deus.

   Busquemos, nesta quaresma, intensificar a oração pessoal e comunitária, para prepararmos santamente a páscoa!

                          Deu abençoe a todos!


                     

Pe. Deusdédit


 

  19/02/2016

Jejum quaresmal


Amados paroquianos,


    O texto sagrado da Bíblia registra inúmeras passagens sobre o Jejum, como instrumento de purificação e santificação do homem.

    O jejunos além de nos aproximar de Deus, disciplina nossa vontade rebelde e ajuda no controle da concupiscência humana. Mais do que a privação de algum alimento, precisamos controlar e mortificar nossos sentidos, principalmente a língua.

   As vezes com uma palavra machucamos, ferimos ou até podemos destruir alguém. Evitemos, portanto,as palavras difamatórias e caluniosas contras as pessoas.

    Lembre-se: quando julgamos alguém, estamos querendo tomar o lugar de Deus e sabemos que Deus é infinitamente misericordioso com todos os seus filhos e filhas.

                              Deus abençoe a todos!

                   

Pe. Deusdédit

 


 

10/02/2016

Ressuscitar das cinzas


Amados Paroquianos,

                      Já ouvimos tanta vezes  esta expressão "ressuscitar das  cinzas". É precisamente isto que pretendemos nesta quaresma, com as cinzas em nossa cabeça. buscar a vida nova em Cristo ressuscitado! Por quanto, a quaresma é este tempo de preparação para a santa Páscoa.
                       Três exercícios quaresmais nos ajudarão nesta preparação: Oração, Jejum e esmola (caridade). Lembrando sempre que o jejum que mais agrada a Deus é amar, com ternura, todas as pessoas. Quem ama suporta, tolera, perdoa, é paciente, e se solidariza com as pessoas.
                       Durante a quaresma, vivenciaremos a CF. Vamos mobilizar as pastorais, os movimentos, os serviços, os círculos bíblicos e grupos de oração para a realização de mais esta Campanha da Fraternidade, cujo tema é: "Casa comum, nossa responsabilidade". Cada pessoa humana deveria se transformar num guardião ou jardineiro da natureza, obra de Deus e nossa casa comum.

                           Uma quaresma renovadora para todos!

                      

Pe. Deusdédit 


 

  07/02/2016

Tempo da quaresma

Amados paroquianos,
  O tempo da quaresma vai da 4ª.Feira de Cinzas, até a 5ª. Feira santa (missa da Ceia do Senhor). 
     
   É tempo de preparação para a santa Páscoa. 
  
   Três elementos são importantes no cultivo da espiritualidade quaresmal: 
1- Oração: rezar mais e rezar melhor! 
2- Penitência  ou conversão: Buscar a renovação espiritual. 
3- Caridade fraterna: buscar a aproximação e reconciliação com as pessoas, sobretudo porque estamos no ano santo da misericórdia.
  
  Convocamos todos os grupos de reflexão, para um renovado empenho na realização da CF-2016., com o tema: " Casa comum, nossa responsabilidade". Neste domingo (7/2), a liturgia nos mostra Jesus transformando um barco, na margem de um lago, em púlpito para a pregar  palavra de Deus. Jesus se afasta das sinagogas e do templo para pregar, por que ele queria pregar para todos. Muitos doentes, leprosos e pecadores não podiam frequentar as sinagogas no tempo de Jesus.  Os grupos de reflexão nas casas são verdadeiros púlpitos ou espaços abertos para pregação do evangelho. O Papa Francisco nos convida a ser uma "Igreja em saída".
   
    Vivamos intensamente esta quaresma!  

Pe. Deusdédit 


 

 27/01/2016   

 

CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA (CFE) - 2016 

 

             A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançará a 53ª Campanha da fraternidade, iniciada em 1964. Destas 53 Campanhas, 49 foram organizadas só pela CNBB e 4 campanhas ecumênicas, isto é, organizadas em conjunto com o CONIC(Conselho Nacional de Igrejas Cristãs). Em nível nacional, a campanha será lançada na Quarta-feira de Cinzas. Na arquidiocese de Cuiabá, o lançamento será no dia 9 de Fevereiro (Terça-feira), no 30º “VINDE E VEDE”. 

             A campanha da fraternidade ecumênica de 2016, tem como tema: “Casa comum, nossa responsabilidade,” e lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”(Am 5,24).

             O objetivo da CFE é: “assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas e empenharmo-nos, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa casa comum”.

             Porque discutir o assunto do saneamento básico na Campanha da Fraternidade? Porque o saneamento básico, que inclui: o abastecimento da água potável, o esgoto sanitário, a limpeza urbana, coleta de lixo, a drenagem de águas pluviais, o manejo de resíduos sólidos, são condições necessárias para que todas as pessoas possam ter saúde e vida digna. Pois, sabemos que muitas doenças são causadas pelo esgoto a céu aberto e má qualidade da agua que consumimos. Investir no saneamento básico é, também, prevenir a morte dos Rios e da biodiversidade.

             Esta campanha foi reforçada pela carta encíclica: LAUDATO SI’, do Papa Francisco, o qual nos convoca para um grande mutirão para salvar e limpar o planeta, nossa casa comum, que está se transformando num grande “Lixão”. O Papa fala do cultivo de uma espiritualidade ecológica que consiste no amor e respeito à natureza, e na sustentabilidade. Pois, somos guardiões e jardineiros da criação de Deus. Para tanto, precisamos de conversão, adotando um estilo de vida simples e sóbria (viver com o pouco), sem consumismo, sem desperdício de alimentos e sem ganância do lucro exagerado que agrava a miséria de outros.

             Ora, as Igrejas Cristãs, por suas capilaridades, são instâncias conscientizadoras que contribuem para sensibilização da sociedade, mobilização social e provocação dos poderes públicos, sobretudo dos Municípios, para que cumpram a função constitucional de garantir o direito ao saneamento básico e promoção da cidadania. Porquanto, os impostos arrecadados dos cidadãos têm esta altíssima finalidade social.

             Com a campanha da fraternidade, as Igrejas Cristãs apresentam os valores espirituais do evangelho e doutrina social, como elementos autenticamente humanizantes para a construção de uma ordem social justa e fraterna. 

             Os exercícios quaresmais da oração, do jejum e da esmola, ajudarão na nossa santificação e preparação para a santa Páscoa. A quaresma nos lembra da necessidade da conversão permanente, porque somos imperfeitos. Precisamos intensificar a busca de Deus. Só o encontro pessoal com Deus, expressão suprema de bondade e amor, pode saciar a sede do coração humano. Assim, devemos aprender a descobrir o Deus do amor como o fim verdadeiro da existência humana, abandonando-nos livremente em suas mãos. 

             Em fim, a Campanha da fraternidade é uma atividade evangelizadora global e ampla, desenvolvida no tempo da quaresma, para ajudar os cristãos e às pessoas de boa vontade a se tornarem mais humanas, fervorosas de espírito, solidárias e fraternas com seus semelhantes. Esta é a verdadeira penitência que Deus quer e espera de nós em preparação para da páscoa. 

 Pe. Deusdédit 

 


 

18/01/2016

100 anos do martírio do Beato Charles de Foucauld

 

  Neste ano, estamos celebrando os 100 anos do martírio do Carlos de Foucauld. 

 O martírio foi no dia 1º de Dezembro de 1916, entre os Tuaregues (grupo étnico nômade e Islâmico que habitava na parte central do deserto do Saara). A beatificação de Charles de Foucald é o reconhecimento oficial da Igreja pela sua santidade. É mais um grande exemplo de Santidade para os nossos dias. 

  Aprendi a admirar esse discípulo de Jesus, cuja existência revela a beleza de uma entrega total a Deus, passando por experiências surpreendentes de aventuras vaidosas, frustrações, padecimentos e busca incessante de Deus. 

  Nasceu na França, em Estrasburgo, de uma família aristocrata, em 15 de Setembro de 1858. Sua juventude foi marcada pelo agnosticismo e por um humanismo ateu. A riqueza herdada da família abriu-lhe as portas para as paixões desordenadas no norte da África, onde foi enviado como adido militar. Posteriormente, foi expulso da vida militar, por indisciplina. Com 28 anos retorna para a França, onde se converte para Deus. Na sua incansável e incessante busca de Deus rezava: “Deus, se vós existis, faça com que eu acredite em vós”. Foi uma conversão radical que marcará toda a sua vida. Conversão esta, que acontece numa confissão com o Pe. Huvelin, seu orientador. Assim afirmou C. Foucauld: “Se há felicidade no céu por um pecador que se converte, isso ocorreu quando entrei naquele confessionário. Eu pedi aulas de religião, ele me fez ajoelhar e confessar”. Com um profundo desejo de configurar-se com Jesus de Nazaré, viaja para a terra Santa, onde passa 11 anos como Eremita e trabalhando como jardineiro das Irmãs Clarissas. Assim pode mergulhar sempre mais, no mistério de Jesus de Nazaré. 

  O Irmão Carlos, assim chamado por todos, reorganiza a sua vida à luz de Jesus servidor dos pobres. Buscando, sempre, o “ultimo lugar”, onde o Senhor Jesus está. Foi ordenado sacerdote e foi trabalhar com os muçulmanos Tuaregues, partilhando a vida com estes pobres Nômades. Na radicalidade do desapego e vivência do evangelho, pedia a Deus que pudesse perseverar na vida escondida e silenciosa dando testemunho de amor aos Tuaregues e dispondo-se a morrer esquecido entre eles. Com 58 anos e doente, é assassinado por um jovem Senussita Tuaregues e morre na areia do deserto. 

  O que mais marcou a vida de Charles de Foucauld é a confiança em Deus e a totalidade de sua entrega a Jesus Cristo, aprendendo com ele o esvaziamento de si mesmo (Fil. 2,6). Mais do que pregar com a palavra ele quis pregar com a vida. Seu lema era: “gritar o evangelho com a vida”, com o jeito simples de ser e de viver. Escolheu dar a vida por todos, no anonimato, na humildade e no sacrifício de Cristo que se fez pobre entre os pobres. Ir. Carlos descobriu a misteriosa beleza evangélica de quem oferece a si mesmo, com Cristo, pelos outros. Sua grande devoção era Jesus Cristo, vivo e presente na eucaristia, a quem chamava de “bem amado Senhor” e diante do qual permanecia longas horas em adoração, intercedendo pelo mundo inteiro. 

  Do exemplo deste beato admirável surgiram muitos seguidores, formando 11 Congregações religiosas marcadas pelo mesmo espírito do amor de Cristo, gratuito e universal. São, hoje, no mundo, mais de 10 mil seguidores. Em Mato Grosso, há vários sacerdotes desta fraternidade. Finalmente, em meio ao egoísmo, ao desperdício e ao vazio dos valores em nossa sociedade, ele nos revela a paixão pelo absoluto de Deus e a felicidade de quem aprende com o coração de Cristo a dar a vida pelo amor aos irmãos.

Pe. Deusdédit 

Revisão de vida!

  Amados paroquianos,
estamos finalizando mais um ano. É tempo de revisão de vida e avaliação das atividades que realizamos ou deixamos de realizar no ano de 2015. Fixemos nosso olhar não apenas no que fizemos de errado ou nos tropeços da vida, mas, sobretudo, no bem que deixamos de fazer e que deveríamos fazer! É o que nós chamamos de pecado de omissão: deixar de fazer o bem. 
  
 Evidentemente que devemos continuar realizando as boas ações no próximo ano. Devemos encher o ano novo de atividades construtivas e realizantes. 
  
  O Ano novo será melhor, se cada um fizer sua parte! Portanto, vamos colocar mais amor, mais fraternidade, mais caridade, mais apostolado e mais santidade no ano de 2016.
  
  Feliz, próspero e abençoado ano de 2016 aos nossos paroquianos. Paz, saúde e, também, muita prosperidade  nas atividades produtivas!

Pe. Deusdédit 


 

25/12/2015   

NATAL DO SENHOR JESUS

Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um salvador, que é o Cristo Senhor (Lc 2,10)”. 

Estas reconfortantes palavras do Anjo, constituem a grande mensagem do Natal! Consoladoras e animadoras palavras, que hoje, também, devem ecoar em nossos corações. 

Fomos agraciados com mais um Natal, festa magna do calendário litúrgico-cristão, em que celebramos o grande mistério da encarnação do Divino salvador. As profecias se realizaram! Deus cumpriu sua promessa enviando o seu amado Filho! Quando chegou a plenitude dos tempos, fixada pelo desígnio insondável do Pai, o filho de Deus assumiu natureza do homem para reconciliar a humanidade com o seu criador. 

O profeta Isaias, nos apresenta Jesus como o “Emanuel”, isto é, o “Deus-conosco”. Alguém que vem para fazer parte da nossa história e jornada da vida. O natal de Jesus é, portanto, a plena inserção de Deus no contexto vivencial humano. A encarnação de Jesus é um profundo gesto de solidariedade com os Homens. Por isso, o Natal é ocasião para compreendermos o valor do amor solidário pelos irmãos. 

Ao contemplarmos o presépio, vemos o exemplo do amor gratuito e universal. Pois, o verdadeiro amor, revelado pelo menino Deus, tem dois aspectos: gratuidade e universalidade

Gratuidade: Um filho nos foi dado de graça pelo amoroso Deus! Precisamos, também, aprender esta lição. Buscar, desejar e fazer o bem, sem querer ou esperar nada do outro! É o sentido da gratuidade da vida! Naturalmente que esta atitude contraria a lógica do mercado consumista e mercantilista do “toma lá, da cá”! 

Universalidade, que significa: Jesus veio para todos os povos da terra. Estes povos e suas culturas, foram representados pelos Reis Magos! 

Assim, o natal nos comunica a mística da vida fraterna, solidária e de tolerância com as pessoas e diferentes grupos culturais, imitando o mistério da encarnação de Jesus. Precisamos aprender a conviver com as diferenças. 

Natal é, portanto a grande festa da solidariedade universal. É comemorado em todo mundo, até mesmo onde a população cristã é minoria. No mundo inteiro esta data se reveste de certa ternura e magia, despertando nas pessoas sentimentos cristãos, muitas vezes adormecidos, como: alegria, amizade, confraternização, gestos de bondade e reconciliação com o próximo. Estes sentimentos são frutos maravilhosos do Natal que enobrecem nossos corações e dignificam a vida. 

A arvore de Natal, símbolo da vida, deve ser enfeitada de bons frutos, para recebermos aquele que é a verdadeira vida: Jesus, salvador! Ora, o fruto mais lindo do natal é a amizade sincera que construímos com Deus e com os irmãos. Não esqueçamos que os bons e verdadeiros amigos são, também, presentes que recebemos de Deus. São presentes que se fazem “presença” o ano inteiro! Os verdadeiros amigos não os compramos em pacotes! Não há dinheiro que os possam pagá-los! Os brindes natalinos que trocamos são desdobramentos da incontida alegria, por causa da presença do grande amigo: a adorável pessoa de Jesus Cristo, presente na cotidianidade da nossa vida. 

Portanto, exultemos de alegria, pois nasceu o Salvador do mundo, verdadeira paz e alegria para todos! Abramos as portas do coração para sermos transformados e iluminados pela luz de Deus. Feliz, santo e renovador natal par todos!

Pe. Deusdédit 

22/12/2015
FESTA E ALEGRIA  
  O Natal traz festa e alegria. A alegria das festas nunca consegue ficar isenta das pressões normais na vida. Pressões econômicas, de tempo, de doenças,  etc.Nas festas, geralmente, predomina a alegria. Mas no Natal pode-se sentir algo mais, algo maior!
  Qualquer um de nós pode celebrar a alegria do Natal em diferentes profundidades, conforme a experiência que viveu. Podemos celebrá-lo como qualquer festa, como dito acima. Podemos celebrá-lo refletindo um pouco na experiência descrita por um amigo, ou por amigos que descrevem a importância do Natal de Jesus Cristo- o Senhor. E, qualquer um pode fazer a experiência de encontrar-se com o Salvador, começar a conhecê-Lo e então, na festa do Natal, abraçar o Senhor Jesus como o maior de todos os seus amigos, cujo aniversário celebramos com vida.
  Celebramos o aniversário daquele que deu sua vida para que todos tenham vida em abundância, vida para sempre. "Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida por seus amigos. ... ". É este o aniversariante! É Sua e nossa, a festa que celebramos!
  Desejamos a todos os amigos, esta experiência e esta celebração festiva, com o nosso maior amigo - JESUS CRISTO, O SALVADOR.
  FELIZ NATAL A TODOS!!

João Bosco e Aparecida Eunides, Lugnani

Membros da Equipe Assessora do Núcleo Nacional de Formação INAPAF - CNPF


 15/12/2015

Alegria do Natal
Amados paroquianos
  O terceiro Domingo do advento, é chamado domingo da alegria (gaudete). Pois, este Jesus, que esperamos no natal, é causa da alegria da humanidade. Ele é a alegria dos homens. 
   A santidade consiste na alegria. Por isso, quem vive em e com Jesus, tem que ser uma pessoa alegre. É uma alegria que brota do encontro com o filho de Deus. Esta alegria verdadeira, não vem de nenhum outro lugar, a não ser do céu, através do Senhor Jesus. 
  Toda a magia e encantamento do natal vem do encontro com a adorável pessoa de Jesus. Portanto, não vamos buscar a alegria nas baladas, bebidas, farras e bagunças. Mas onde temos a certeza de encontrar a verdadeira e plena alegria: no menino Deus feito homem para nos salvar.

 

                         Pe. Deusdédit - Pároco    
                       
07/12/2015
 
Solenidade da Imaculada Conceição
Amados Paroquianos
  O valor doutrinal desta festividade é manifesto na oração da coleta da celebração litúrgica, que sublinha o privilégio concedido à mãe de Deus: "Ò Deus, que pela Imaculada conceição da virgem Maria, preparastes ao teu filho uma morda digna dele...Maria foi, por tanto, preservada da mancha do pecado. 
  Imaculada significa toda pura e bela! Em 1854 Pio IX, com a bula Ineffabilis Deus, proclamou o dogma da Imaculada conceição. Quatro anos após a proclamação do dogma da Imaculada Conceição a virgem Maria apareceu à Bernadete Soubirous (França-Lourdes). Na aparição Bernadete perguntou, timidamente: "Senhora, quer ter a bondade de me dizer o seu nome? Maria respondeu: " Eu sou a Imaculada conceição".
  Ò Maria concebida sem pecado original. Rogai por nós que recorremos a vós!
 Convidamos todos os paroquianos para a missa da Imaculada, às 19:30hs. Teremos a procissão dos vicentinos antes.
                         Pe. Deusdédit - Pároco    

01/12/2015

 
Tempo do advento
Amados paroquianos,
  Iniciamos o novo ano litúrgico, tempo do advento ou seja, tempo de espera do divino Salvador. A espiritualidade do advento tem 3 aspectos: 
1- Oração, 
2- conversão(renovação espiritual) e 
3- caridade fraterna.
  Vamos, portanto, vivenciar a espiritualidade o avento, fazendo a pergunta pra nós mesmos: O que eu preciso melhorar na minha vida para celebrar dignamente e santamente o Natal? 
  Neste ano litúrgico de 2016, é o ano C, ou seja, seremos guiados pelo evangelista Lucas. Significa que as leituras do evangelho da liturgia diária, nos dias comuns, é de Lucas. Nas solenidades e dias festivos têm leituras próprias. Ano A é Mateus, Ano B, Marcos. 
  Faça o seu grupo de novena. Seja como João Batista, um precursor de Jesus na sua rua e com sua vizinhança.
                                Pe. Deusdédit- Pároco                           

 25/11/2015  

Novena de Natal

Amados paroquianos,
   Estamos novamente entrando no advento, tempo de preparação para o santo natal. Para tanto, precisamos mobilizar um grande número de lideranças para dirigirem o Natal em família. 
    O Natal em família é um momento forte de evangelização de nossas famílias. Pois, aproxima as famílias de Deus e de sua vizinhança. Este ano, o natal em família, refletirá o tema da misericórdia do Pai: "Sede misericordioso como o Pai". No dia 8 de dezembro vai ser lançado o ano santo da misericórdia, convocado  pelo Papa Francisco.
   Convocamos todos os líderes que anualmente animam a novena, para que neste ano, assumam com mais entusiasmo e  alegria a novena de preparação. Adquira o livrinho na sua comunidade. 
                             Participe! Somos Igreja!
                                Pe. Deusdédit- Pároco

 



17/11/2015 

Intolerância não!

  Multiplicam-se as ondas de intolerância, racismo e preconceito de raça, classe social, gênero e credo, os quais se tornam cada vez mais evidentes no Brasil. Assim afirmou Martin Luther King(1929-1968), líder negro que lutou a favor dos direitos civis dos negros nos EUA: ”aprendemos a voar com os pássaros e a nadar como os peixes, mas não aprendemos a conviver como irmãos”. Em um de seus inflamados discursos ele disse: ”o homem não se define pela sua cor, sua classe social, seu gênero, sua etnia ou credo, mas pela força do seu caráter”. 

  A intolerância religiosa está crescendo no Brasil. Acompanhamos, recentemente, pela grande mídia o caso da menina Kailane Campos, de 11 anos, vítima da intolerância religiosa. Esta menina foi agredida com uma pedrada na cabeça quando voltava para casa, na vila da Penha, subúrbio do Rio de Janeiro. Ela vestia de branco, a cor da paz, e usava um turbante em sua cabeça, iniciante no Candomblé e neta da mãe de santo Kathia Coelho Maria. Dias depois a avó e neta foram foi recebidas por D. Orani Tempesta, arcebispo do Rio. Ela relatou que os agressores seguravam uma Bíblia e começaram a chamar todo mundo de “diabo” e dizer: “vai para o inferno”, “Jesus está voltando”! 

  A agressão foi registrada como lesão corporal e, no artigo 20 da Lei 7.716, como preconceito de raça, cor, etnia ou religião. O caso de Kailaine Campos não é isolado. A secretaria de Direitos humanos da Presidência da república, registrou 149 denúncias de discriminação baseada em religião. 

  A palavra de ordem é tolerância! Tolerar é o verbo da paz. Precisamos conjugá-lo em todos os tempos e modos. Intolerância não! Em Salvador, os afrodescendentes já têm um dia de combate à intolerância religiosa. 

 Temos o direito de discordar, com caridade, dos que pensam diferentes. Mas precisamos respeitar as ideias e opiniões contrárias! Santo Agostinho afirmou: “viver é fácil. Difícil é conviver”. Entretanto, precisamos lembrar que a vida é a arte do encontro com as pessoas, como bem disse o Papa Francisco: “Precisamos criar a cultura do encontro e a revolução da ternura”. Porque, as intolerâncias geram discórdias , violências e não contribuem com a paz social. Assim fala o diretório sobre o ecumenismo: “Grande desafio é o dialogo inter-religioso, o encontro fraterno e respeitoso com os seguidores de religiões não cristãs e com todas as pessoas empenhadas na busca da justiça e na construção da fraternidade universal”(Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos, Diretório para a aplicação dos princípios e normas sobre o ecumenismo, n.210)

                   Pe. Deusdédit é membro do CONIC de Cuiabá (Conselho nacional de Igrejas Cristãs) 


 

12/11/2015 

Viva a nossa festa!
Amados paroquianos,
foi um sucesso a nossa festa paroquial! Tanto a novena de preparação como a festa social. Houve uma expressiva participação de todas as comunidades e envolvimento de muita lideranças paroquiais.
   
   Agradeço a dedicação e empenho dos nossos generosos agentes e paroquianos em geral, os quais, contribuíram comprando as cartelas do festival de prêmios.    Agradeço a comissão central que organizou e detalhou a festa. 
  
   A renda da festa será aplicada, sobretudo, para a finalização da Capela Rainha da Paz(Bairro alto da serra) e Capela Santana (Bairro nova Canaã).
   Deus lhes pague por tudo!
  Invoco a bênção de Deus e a proteção do coração Imaculado de Maria sobre todos os nossos paroquianos e sobre nossos anônimos  benfeitores!
                                   Pe. Deusdédit - Pároco

01/11/2015

VIDA PARA ALÉM DA MORTE 

  No dia de finados, reverenciamos nossos entes queridos falecidos, através da oração e visitas aos cemitérios. Assim falou o divino Mestre: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim ainda que esteja morto viverá” (Jo 11,24). “Todo aquele que crê em mim não morrerá para sempre” (Jo 11, 26). Porquanto, morte não interrompe a vida, mas transforma a vida.

  A morte plenifica a vida. Pois, é o encontro com a plenitude da vida que está em Deus. Esta nova vida transfigurada, realiza o que de bom a pessoa esperou e nem sempre conseguiu neste mundo. Entretanto, a Vida eterna começa aqui e agora. O céu é, na verdade, a potencialização daquilo que já na terra experimentamos. Quem vive com Deus neste mundo viverá com Ele na eternidade. Quem vive com Cristo neste mundo, viverá com Ele na outra vida. Quem na terra faz a experiência do bem, da felicidade, da amizade, da paz e do amor, já está vivendo, em forma precária, mas real, a realidade do céu. Por isso, a hora de amar a Deus e servir aos irmãos é agora! 

  Levaremos em nossa bagagem, o bem realizado ao longo da vida. Sobretudo, a caridade para com os mais pobres e necessitados. Pois, assim nos dirá o Divino mestre: “Vinde, benditos do meu Pai, recebei por herança o reino preparado para vós desde a fundação do mundo. Pois tive com fome e me destes de comer. Tive sede e me destes de beber. Estive nu e me vestistes” (Mt,25.). Este texto nos ensina que o julgamento final, será sobre o exercício da caridade e amor fraterno. Verdadeiramente, o bem imortaliza e dá perenidade à vida! Por isso, precisamos ter um olhar solidário para com os pobres e sofredores deste mundo. Um dia eles nos receberão agradecidos na casa do Pai. 

  Aquele necessitado que bate a nossa porta, além de testar a nossa caridade cristã, pode se transformar num canal ou instrumento de nossa salvação. É, é neste sentido que, no dia de finados, os Vicentinos (as), promovem um mutirão de coletas nos Cemitérios em favor dos pobres assistidos por eles. Vamos ajudá-los! Ofereçamos orações, súplicas de perdão, sacrifícios e esmolas aos pobres na intenção das benditas e santas almas. São gestos que agradam a Deus e enobrecem a alma humana, trazendo alegria e conforto espiritual. 

  No dia de finados, a Igreja oferece o santo sacrifício eucarístico de Cristo e eleva a Deus suas orações confiantes pelo sufrágio de todos os fiéis defuntos, a fim de que descansem na paz de Cristo. 

  Conceda Senhor, a todos os fiéis defuntos a eterna morada no reino dos céus, porque sois nossa vida e ressurreição!

                               Pe. Deusdédit - Pároco
31/10/2015 
Os 22 anos da Paróquia Coração Imaculado de Maria
Amados paroquianos,
      Hoje cantamos o hino de ação de graças pelos 22 anos desta querida Paróquia. 
    
      A Paróquia não é uma instância jurídica ou um local geográfico, mas é o povo de Deus reunido em comunidade de comunidades. São 17 comunidade (urbanas e rurais) que formam o povo de Deus desta Paróquia. 
    O que Deus quer e espera da Paróquia? Que ela seja unida, fraterna, participativa e missionária. Portanto, peçamos o dom da unidade e do ardor missionário para nossa amada  Paróquia. Que Deus envie muitas e boas lideranças e agentes para as diversas frentes missionárias, diferentes pastorais organizadas e serviços que temos.
     
     Convocamos todas as comunidades para a nossa missa de ação de graças, às 19:00.
                          Parabéns à Paróquia C. Imaculado de Maria!

20/10/2015
 Novena paroquial
Amados paroquianos,
dia 22 (quinta-feira), terá início a novena paroquial. 
   
  São 9 dias de orações pela  santificação dos nossos paroquianos(as) e para pedir as bênçãos do altíssimo e a proteção de N.S. Senhora sobre todas as famílias da Paróquia.
  Cada dia da novena virá uma comunidade para animar a celebração. Porquanto, a Paróquia é uma comunidade de comunidades. Temos 17 comunidades que integram a Paróquia, 13 urbanas e 4 rurais.
  Convidamos todos os fiéis para a nossa novena. As celebrações terão início às 19:30 hr.
                               Deus abençoe a todos
 
Pe. Deusdédit

14/10/2015
Dia mundial das missões
Amados paroquianos,
no terceiro domingo de outubro, celebramos o dia mundial das santas missões. É dia de orações, coletas e reavivamento do compromisso missionário.
   A  urgência da ação missionária se desenvolve em 3 Âmbito: 
         
       1- Âmbito da pastoral ordinária: Incendiar os corações dos fiéis que participam da Igreja, através dos grupos, serviços, pastorais e movimentos, para "uma Igreja em saída", isto é, ir ao encontro dos afastados e indiferente.
       
        2- Âmbito: Pessoas batizadas e não evangelizadas, isto é, não vivem de acordo com as exigências do batismo ou perderam o vigor da fé.
        
       3 - Âmbito: Pessoas "sem fé" ou que não fizeram a descoberta da pessoa de J. Cristo, ou O rejeitaram;
  
  Rezemos por aqueles(as) que saíram no passado ou saem hoje, desfraldando a bandeira do evangelho pelo mundo!
   Participe, também, coleta missionária (esmola) pelas missões, na sua comunidade. Esta coleta é enviada para as obras das santas missões no mundo, sobretudo para as regiões mais pobres (África).
                        
  "Quem encontrou Jesus Cristo, não pode retê-lo para si"
                                         
Pe. Deusdédit

 

06/10/2015      

 Dia da vida

   Amados paroquianos,
estamos celebrando a semana da vida, em vista do dia do nascituro (8/10). 
 Precisamos defender e promover a vida. A vida exige respeito e dignidade! Estamos mergulhado numa cultura anti-vida. Precisamos e devemos promover a cultura da vida. Defender e respeitar a vida dos que não nasceram e dos que já nasceram.

   Dia 8 (quinta-feira), dia do nascituro, vamos dar a bênção para todas a gestantes da Paróquia. Para tanto, convidamos as gestantes para participarem da santa missa , ás 18:30 hr. 

   A pastoral familiar paroquial estará animando essa missa. Venham e traga a sua família para esta celebração. 

   Rezemos pelo Sínodo da Família que iniciou neste Domingo, em Roma. 

                                         Deus abençoe as famílias

topo